Sexta-feira, 8 de Junho de 2007

Cila e Glauco

 

Glauco era um humano que as divindades aquáticas resolveram transformar numa criatura do mar. Era muito bonito, mas não para os olhos humanos. Apaixonou-se pela humana Cila, que apavorada pela súbita presença de Glauco, põe-se a fugir, pelas águas, pelas rochas, pelas cavernas submarinas. Desesperado, Glauco lança-se em perseguição da bela ninfa, implorando, com gritos e prantos convulsos, que lhe conceda um pouco de atenção e amor. Impassível às súplicas, Cila continua a sua fuga, tendo por objectivo esconder-se num lugar tão secreto e inacessível que jamais Glauco conseguiria encontrá-la. Depois de inúteis buscas, o deus é obrigado a reconhecer sua derrota. Apenas algum poder superior lhe facultaria conquistar o afecto da bela ninfa. Abatido, torturado, Glauco dirige-se para a ilha de Ea, onde morava a maga, e, entre suspiros e lágrimas, pede-lhe que o ajude a conquistar a tão amada ninfa. Circe promete atendê-lo. Entretanto, enamora-se pelo deus marinho. Não lhe importando o aspecto animalesco de Glauco: a sua riqueza de sentimentos, e os seus olhos azuis como o mar jónico fascina-a. Agora é Circe quem se põe a percorrer os mares, sem descanso atrás do seu amado. Quando por fim o seu encanto de mulher revela-se insuficiente, ela recorre aos seus poderes de feitiçaria, à sua habilidade de transformar pessoas em monstros, e decide fazer de Cila uma criatura tão horrenda e nojenta que todo o amor de Glauco haveria de transformar-se em aversão. Sem ser vista, a feiticeira derrama veneno nas águas de uma fonte onde a ninfa costumava tomar banho. Depois volta para a sua ilha e, ansiosa, aguarda pelos resultados. Cila mergulha na água enfeitiçada. O belo corpo esguio e macio começa lentamente a transformar-se. Monstros horrendos surgem à sua volta, com ensurdecedor alarido. A ninfa, amedrontada, procura fugir-lhes. Mas eles estão sempre a seu lado. Então Cila descobre: são parte de si mesma, nascem de seu corpo. Desesperada corre ao encontro de Glauco e nos seus braços chora longamente. Ele também lamenta a beleza perdida, mas recusa-se a permanecer com a antiga ninfa. O grande amor já não existe. Cila vai viver no estreito da Sicília, aterrorizando os mortais que antes a tentavam conquistar, deslumbrados com sua extraordinária beleza. Na ilha de Ea, Circe inutilmente espera o retorno de Glauco. Revoltado com sua traição e crueldade, o pobre deus jamais quis visitá-la. E passou toda a existência cultivando a lembrança de uma ninfa bela e doce, que um dia se perdeu nos feitiços do ciúme.

David  

publicado por ML às 22:39
link do post | comentar | favorito

Zeus

 

 

 

 

     Zeus era senhor do céu e deus grego supremo. Filho mais novo de Cronos e Réia, nasceu no Monte Ida, em Creta. Conhecido pelo nome romano de Júpiter, tinha como irmãos Poseídon, Hades, Deméter, Héstia e Hera, de quem era também marido. Era também pai de diversos deuses como Atena, Artemis e Apolo. Zeus sempre foi considerado um deus do tempo, com raios e trovões, chuvas e tempestades atribuídas a ele. Mais tarde, ele foi associado à justiça e à lei.

     Havia muitas estátuas erguidas em honra de Zeus, sendo que a mais magnífica era a sua estátua em Olímpia, uma das sete maravilhas do mundo antigo.

     Originalmente, os jogos Olímpicos eram realizados em sua honra. Segundo o mito, durante muito tempo quem governou a terra foi o tirano Urano (o Céu), até que foi deposto por Cronos, seu filho. Então Urano profetizou que Cronos também seria destronado pelo seu próprio filho.

     Cronos tinha medo da maldição, por isso passou a comer os filhos logo que nasciam, mas Réia continuava a amar os seus filhos. Teve então um bebé e enganou o marido dando um potro a Cronos, mas Cronos como o comeu tão depressa, não notou que tinha comido um saco de pedras.

 

Diogo Domingos

publicado por ML às 15:01
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Blog criado para o 7ºC
Trabalho de pesquisa e tratamento de texto 
Os Deuses e heróis na obra Odisseia de Homero

.pesquisar

 

.Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Cila e Glauco

. Zeus

. Sereias

. Calipso

. Hércules

. Agamémnon

. Ájax

. Atena

. Tirésias

.arquivos

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.Imagens

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds